A fasam investe em você

Notícias

Professoras da Fasam lançam livro sobre as mulheres constituintes

  • Autor: Aline Rosa de Sá
  • 5/12/2018
  • 06:14

Compartilhar!

Calíope Fotografias

Obra destaca as mulheres que ajudaram a construir a atual Carta Federal

As professoras do curso de Especialização em Direito Administrativo e Gestão Publica da Fasam – Faculdade Sul-Americana, Pamora Mariz de Figueiredo e Ruth Barros Pettersen, lançaram no dia 4 de dezembro, terça-feira, na sede da OAB Goiás, o livro “30 anos da Constituição Federal Brasileira: conquistas e desafios para a construção de um Estado Democrático de Direito”.

A obra destaca as mulheres constituintes que ajudaram a construir a atual Carta Federal. Trata-se de um livro escrito por mulheres, professoras e pesquisadoras do Grupo de Estudo e Pesquisa em Direitos Fundamentais e Socioambientais (GEP-DIFUSA). “Dentro do processo de luta pela restauração da democracia, o movimento de mulheres teve uma participação relevante, ao visibilizar um conjunto de reivindicações e demandas favoráveis à emancipação feminina. Estas poucas e valorosas mulheres deram voz à luta por igualdade de gênero e por direitos e garantias relacionados à dignidade feminina”, afirma a professora da Fasam, Ruth Barros Pettersen.

WhatsApp Image 2018-12-05 at 1.46.09 PM

O livro é prefaciado pela Senadora Lídice da Mata, que foi uma das Constituintes. Ela relata sobre a “cegueira” de gênero no campo jurídico e político no Brasil e conta sobre os bastidores da Assembleia Nacional Constituinte de 1987-1988, envolvendo sobretudo a luta para fortalecer os direitos e os mecanismos de participação política das mulheres.

Além das professoras da Fasam, Pamora e Ruth, fizeram parte da organização da publicação,  Edwiges Carvalho Corrêa e Fernanda da Silva Borges. A professora da Fasam, Nutria Micheline Meneses Cabral é uma das autoras.

Calíope Fotografias

Calíope Fotografias

Sobre a Especialização em Direito Administrativo e Gestão Publica da Fasam

O curso oferece subsídios para se compreender a perspectiva do Estado, o seu surgimento, formação e elementos, além de analisar a organização do Estado brasileiro sob os aspectos políticos e administrativos. Para contemplar este cenário, a estrutura curricular possibilita observar o conteúdo de Direito Administrativo projetado sobre as práticas financeiras, orçamentárias e de gestão pública.

queromeinscrever

Newsletter

Facebook