A fasam investe em você

ico-comunidade Nossos diferenciais - CEJUSC

5º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do Tribunal de Justiça de Goiás, instalado na Fasam

Benefícios para a comunidade: o 5º Cejusc oferece à comunidade a possibilidade de resolver pendências pertinentes a uma ação, sem a necessidade de mover um processo na sede do poder judiciário. Os interessados em agendar uma audiência de conciliação podem comparecer ao 5º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), localizado no prédio da FASAM, que fica no setor Jardim da Luz, em Goiânia (GO), das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira.

Função Acadêmica: o 5º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Tribunal de Justiça de Goiás, instalado na Fasam, é um espaço que aproxima o aluno de Direito da prática jurídica e tem cunho pedagógico e social. Seu objetivo é inserir a prática jurídica na vida do aluno interessado em adquirir novos conhecimentos nesta área.

Saiba mais: Conciliar é um caminho que vem sendo estimulado pelo poder judiciário no Brasil há algum tempo. Consciente da importância dessa prática e dos efeitos que ela pode trazer para o bom andamento da Justiça brasileira, a Fasam buscou convênio com o Tribunal de Justiça de Goiás e instalou o 5º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC). O espaço é uma boa oportunidade para prestar serviços à comunidade local, mas também uma opção para o acadêmico do curso de Direito que busca se aproximar da prática jurídica.

O investimento na criação de novos Centros de Conciliação é uma das alternativas que o judiciário brasileiro tem utilizado para dar agilidade aos processos. A iniciativa atende a resolução 125/10 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que instituiu a Política Nacional de Tratamento de Conflitos de Interesse, que tem como uma de suas finalidades a disseminação da cultura da conciliação na vida do cidadão brasileiro.

A Conciliação

Para conciliar, é preciso que um dos interessados em resolver o conflito busque um Fórum ou Cejusc e relate o problema. A outra parte envolvida será convidada para uma audiência, que contará também com a presença de um mediador. Uma vez que as partes cheguem a um consenso, a decisão será homologada por um juiz de Direito, encerrando assim o caso de forma mais rápida e amigável.

 

Newsletter

Facebook