A fasam investe em você

Notícias

Fasam realiza campanha de conscientização para prevenção da H1N1

  • Autor: Jordana Oficina
  • 17/04/2018
  • 08:50

Compartilhar!

shutterstock_1013869033

O Governo de Goiás decretou, em abril, estado de alerta para epidemia da gripe causada pelos vírus Influenza A (H1N1 e H3N2). Diante do cenário de atenção, com a confirmação de 70 casos e oito mortes até esse mês, a Fasam – Faculdade Sul-Americana promove campanha de conscientização para prevenção da doença.

Fiel aos princípios da responsabilidade social e focada em promover ações em prol do bem-estar de sua comunidade acadêmica e da sociedade, a Faculdade desenvolveu um guia completo com as medidas de prevenção ao H1N1. Informações indispensáveis para o controle da doença foram levantadas pela coordenação do curso de graduação em Enfermagem e serão compartilhadas em todos os canais de comunicação da instituição.

“A campanha de conscientização da Fasam visa proteger, por meio da prevenção, alunos, professores, colaboradores, familiares e visitantes. Cientes do momento de alarde, em que circulam boatos e falsas notícias, estamos mobilizando nosso público interno e externo para que todos estejam conscientes das ações preventivas que podem ser realizadas antes mesmo da campanha de imunização”, avalia a coordenadora do curso de Enfermagem da Fasam, Ângela Gilda Alves.

 

Sobre a doença

A H1N1 também conhecida como Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) é uma doença causada por uma grande diversidade de agentes infecciosos, principalmente o vírus Influenza. Os principais sintomas são: febre com início súbito a 39°C, tosse seca, dores de cabeça e muscular.

A importância do vírus Influenza, como questão de saúde pública, cresceu após o ano de 2009, quando se registrou a pandemia (epidemia com larga distribuição geográfica), com mais de 190 países notificando milhares de casos e óbitos pela doença.

Segundo o Informe Técnico de Influenza publicado pela Prefeitura Municipal de Goiânia, publicado em março de 2018 e atualizado no dia 5 de abril, desde a implantação da vigilância universal da Influenza no município de Goiânia, foram notificados 1.688 casos pelas unidades de saúde sediadas na capital.

 

MEDIDAS PREVENTIVAS CONTRA H1N1

  • Higienizar as mãos antes de tocar as mucosas (olhos, boca e nariz)
  • Proteger com lenços (preferencialmente descartáveis) a boca e o nariz ao tossir ou espirrar
  • Evitar contato próximo com pessoas com sintomas gripais
  • Evitar ambientes fechados e aglomerados de pessoas
  • Procurar atendimento médico para avaliação, em caso de febre, tosse, dor de garganta, falta de ar ou qualquer outro sintoma associado
  • Manter o cartão de vacinação atualizado, com atenção para as campanhas anuais contra a gripe (Influenza).

Newsletter

Facebook